Archive for the ‘Saúde’ Category

Como tratar artrose

A artrose, para quem não sabe, também é conhecida como osteoartrite. Ela é uma doença que afeta as articulações, levando ao desgaste dessas cartilagens que atuam recobrindo as extremidades dos ossos.

No entanto, ela também pode afetar outros componentes articulares, tais como a membrana sinovial, os ligamentos e até mesmo o líquido sinovial.

A cartilagem tem como sua principal função a proteção das extremidades dos ossos, possibilitando que se movimentem deslizando e sem atritos entre si

Quando essa estrutura do corpo é comprometida pela artrose, o paciente pode sentir dores, limitação dos movimentos, inchaço e mais.

Embora a artrose possa atacar qualquer junta do corpo, ela é mais comum em articulações como joelhos, coluna, mãos e quadris.

Vale lembrar ainda que essa é uma doença que tende a piorar com o tempo e não tem cura.

No entanto, o emprego de um tratamento adequado ajuda a retardar a progressão da mesma, além de poder aliviar a dor e melhorar a função articular.

De acordo com os dados do Ministério da saúde, cerca de 15 milhões de pessoas são acometidas pela artrose no Brasil. A OMS (Organização Mundial da Saúde) ainda afirma que essa é a quarta doença que mais afeta a qualidade de vida de um indivíduo.

Afinal, como tratar artrose?

Como já foi dito, ainda não existe uma cura para a artrose, no entanto, o principal objetivo do tratamento é evitar que a doença evolua e chega a um estágio limitante.

Sendo assim, os sintomas da artrite podem ser aliviados com medicamentos, tais como:

  • Analgésicos: esse tipo de medicamento até pode ajudar a controlar a dor, mas não atua na diminuição da inflamação. Sendo assim, é eficaz para pessoas com dor leve ou moderada.
  • Produtos naturais: o Flex Caps funciona tanto como medicamentos, com a vantagem de não ter efeitos colaterais.
  • Anti-inflamatórios não-esteroides: esse tipo de remédio pode ajudar na redução da inflamação e, consequentemente da dor. No entanto, tem alguns efeitos colaterais pouco agradáveis.
  • Narcóticos: esse é o tipo de medicamento que possui ingredientes semelhantes à codeína, podendo aliviar as dores de quadros mais graves. Vale alertar, porém, que há o risco de dependência, mesmo que pequeno.

Mais do que isso, existem outras terapias que podem ser usadas no tratamento da artrose, tais como:

  • Fisioterapia: pode ajudar a criar um regime de exercícios que irão fortalecer os músculos em torno das articulações.
  • Terapia ocupacional: ajuda a descobrir formas de realizar sua rotina diária sem estressar as articulações.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o tratamento para artrose!

4 cuidados para evitar a impotência

Pesquisas realizadas pela SBU (Sociedade Brasileira de Urologia), constataram que 45% dos homens sofrem de disfunção erétil.

Esta disfunção se define pela incapacidade de obter ou manter o pênis numa rigidez satisfatória para realizar uma relação sexual completa. Dentro deste percentual, o maior número de homens que sofrem com o problema são os hipertensos (55%).

Segundo os especialistas desta área, as causas podem ser muito variadas e múltiplas. Uma combinação de fatores que somados resultam na impotência.

Por isso para definir um tratamento o médico deve analisar com bastante calma e profundidade as causas do problema já que a disfunção atinge homens nas mais variadas idades e condições, então ao notar qualquer sintoma, marque uma consulta o quanto antes!

Muitas pessoas tentam se automedicar, isto é fácil de ver pelo número absurdo de pesquisas para termos como viagra, onde comprar viagra, tittanus onde comprar, vialis e outros. Alguns produtos naturais não tem problema, como é o caso do Tittanus, porém medicamentos como o famoso azulzinho e outros podem ter efeitos colaterais e prejudicar em vez de ajudar.

Algumas causas podem ser evitadas através de escolhas conscientes do seu modo de vida, são elas:

  1. Evitar o uso de drogas.

As drogas são grandes causas da impotência sexual. O índice de risco para os homens que fumam é de 40% de chances de sofrer de disfunção erétil. Os usuários de cocaína, álcool, crack aumentam suas chances para 48%.

O uso prolongado destas substâncias afeta o sistema circulatório que o principal responsável pela ereção, acarretando impotência, ejaculação precoce e redução drástica de libido.

  1. Dormir bem.

Não estamos querendo determinar o número de horas necessárias.  Cada indivíduo segue um padrão de sono. Mas de acordo com o estudo realizado os pacientes que apresentavam disfunção erétil não chegavam a um estado profundo de sono.

Despertavam várias vezes durante a noite e relatavam períodos de sono fragmentado.

Uma noite de sono profundo proporciona relaxamento e bom funcionamento do seu organismo diminuindo assim a ansiedade e as causas da disfunção.

  1. Fuja da obesidade.

O sedentarismo e a obesidade estão entre as causas mais comuns da disfunção erétil. Além disto provocam a elevação do nível de colesterol e a hipertensão.

Manter uma atividade física e alimentação saudável podem ser grandes aliados na prevenção da impotência. Procure uma atividade que lhe traga prazer e assim você poderá manter sua saúde equilibrada evitando não só a impotência como também outras doenças.

  1. Evite o estrese.

Sabemos que muitas vezes não é fácil, pois a vida atual exige muito das pessoas, tanto na vida profissional como na pessoal.

Níveis altos de estresse acabam desencadeando uma série de fatores como ansiedade, cansaço, mau humor, baixa autoestima etc.

Se você tem uma rotina muito agitada tente equilibrar com momentos de lazer, descontração e atividades que lhe dão prazer.

Dieta detox para emagrecer

Inchaço, desânimo, pele seca, cabelos sem brilho, unhas fracas… esses são apenas alguns dos sintomas que um organismo intoxicado pode apresentar. Isso sem falar em sobrepeso, claro.

O fato é que quando você ajuda o organismo a eliminar esse excesso de toxinas, ele passa a funcionar melhor, conseguindo emagrecer com muito mais facilidade.

O que muita gente não sabe, é que o organismo é feito para eliminar sozinho as toxinas que ingerimos. No entanto, para que ele consiga fazer isso de uma forma correta, é preciso parar de intoxicá-lo ainda mais.

Então, vamos ver como uma dieta detox pode ser fundamental para o seu emagrecimento. 

O que é a dieta detox?

Para quem não conhece, a dieta detox é aquela que prioriza o consumo de alimentos que fazem com que o organismo funcione melhor e é por isso que ela proporciona a perda de peso. Muitos profissionais conhecem os benefícios deste tipo de limpeza no organismo, o criador do método código emagrecer de vez é um deles, que afirma o poder emagrecedor do detox.

O fato é que o principal objetivo dessa dieta não é promover o emagrecimento e sim proporcionar hábitos de vida mais saudáveis, possibilitando uma melhora na saúde e nas funções do organismo.

No entanto, com o corpo em melhor funcionamento, o excesso de peso é eliminado, o que é excelente, visto que o corpo mesmo é muito inteligente.

Como funciona a dieta detox para emagrecer?

Nessa dieta, o principal objetivo é fazer com que o organismo possa eliminar as toxinas que está retendo. Por isso são eliminados da dieta os alimentos com alto potencial alergênico, tais como laticínios, leite de soja, açúcares, glúten, álcool, conservantes e outros.

Com isso, rins, intestinos e fígado conseguem filtrar e eliminar as impurezas que acabam impedindo o seu bom funcionamento.

Vale lembrar ainda que existem muitos protocolos que desintoxicação, que vão desde os mais radicais até os mais tranquilos.

No caso dos mais radicais, é indicado ingerir apenas líquidos no início, tais como sucos, vitaminas e outros. Somente depois desses 2 dias de líquido é que podem ser acrescentados alimentos sólidos, tais como file de peixe, banana, maçã, frango, entre outros. 

Dieta detox para emagrecer funciona mesmo?

Se você tem uma alimentação ruim, pouco balanceada, que prioriza alimentos industrializados, certamente o seu corpo está intoxicado.

Por isso, a dieta detox pode ser extremamente útil para você, ajudando o seu organismo a eliminar toxinas e a funcionar melhor.

A consequência disso, sem dúvidas, é um emagrecimento saudável e eficiente, que funciona! Veja este relato de experiência com dieta detox: